3 dicas fundamentais para ganhar dinheiro com design

Será que design gráfico dá dinheiro? Ao conversar com amigos e familiares sobre seus planos profissionais você certamente terá que responder a essa pergunta.

A questão financeira é certamente a mais importante quando as pessoas estão decidindo sobre qual campo de atuação irão seguir. Prova disso é o fato do artigo “Qual o salário de um designer no Brasil?” ser um dos recordistas de acesso no site.

Se você quer saber se é possível ficar rico trabalhando com design gráfico, a resposta é… depende. Se você é do tipo de pessoa que busca por um emprego com estabilidade e remuneração fixa, terá mais dificuldade em fazer sua fortuna. Por mais que a remuneração costume variar de acordo com o talento e cargo ocupado, ficar satisfeito com um salário pode ser o seu maior empecilho para “ganhar dinheiro” como designer. Alias a expressão “fazer dinheiro” faz muito mais sentido neste contexto, afinal você precisa ser o agente da sua prosperidade.

Logo, o primeiro passo para adquirir independência financeira no design gráfico é se tornar o responsável por sua prosperidade ao invés de apenas esperar por reconhecimento do dono da empresa ou ficar satisfeito em “ganhar” um salário no final do mês.

Para tentar responder se é possível fazer dinheiro com design gráfico, conversamos com profissionais da área e usamos nossa experiência para formular estas três dicas fundamentais:

1. Gere valor para as pessoas

Quando alguém está disposto a pagar por suas habilidades é sinal de que você possui a capacidade de gerar valor para as pessoas. Quanto maior o número de pessoas que você ajudar, maiores serão os seus ganhos. Como designer você será reconhecido como alguém capaz de usar a criatividade para resolver problemas de comunicação. Aqui estão alguns exemplos das soluções que você poderá oferecer: logotipo e identidade visual, sinalização, sites, materiais impressos (folheto, banner e etc), design editorial, gestão de mídias sociais.

O primeiro passo é definir se você pretende fazer dinheiro oferecendo soluções para poucos clientes, mas aqueles dispostos a pagar um alto valor ou criar uma maneira de oferecer os mesmos serviços por preços acessíveis para um grande número de pessoas. Um exemplo é a empresa Tailor Brands que desenvolveu um algoritmo capaz de projetar logos por apenas três dólares. Os idealizadores afirmaram vender cerca de 350.000 logos por mês.

2. Tenha um plano

Uma constatação importante é que você dificilmente enriquecerá trabalhando em uma empresa que não seja sua. Se a empresa do seu chefe estiver em um bom momento financeiro ele até poderá aumentar sua remuneração ou criar algum mecanismo de comissionamento, mas esse valor sempre será um limitador para você. Digamos que você foi contratado para trabalhar como designer para uma agência com remuneração de R$ 2000,00. Com o tempo você perceberá que sua produtividade possui um limite de dois mil reais, afinal para que trabalhar mais se isso não provocará um aumento no seu salário? E mesmo que você esteja se esforçando para ganhar uma promoção, será o dono da empresa quem definirá quando e quanto poderá pagar.

Por esse motivo você precisa ter um plano, se o seu objetivo é enriquecer. Abrir seu próprio negócio é uma das estratégias mais eficientes neste sentido. Antes disso é preciso guardar dinheiro e buscar o máximo de conhecimento sobre o assunto. Se você trabalha em uma agência, uma estratégia é conversar com seus colegas e gestores e observar todos os detalhes do cotidiano da empresa.  Esse conhecimento e experiência serão fundamentais quando você se tornar o dono(a) do próprio negócio.

3. Tenha seu próprio negócio

Ter seu próprio negócio é uma das maneiras mais conhecidas de ganhar dinheiro em uma área. No entanto, isso implica em ter muita responsabilidade e principalmente aprender a se cercar de pessoas talentosas. Por mais que você seja uma pessoa habilidosa, é muito difícil fazer tudo com grande desenvoltura. Você pode ter muita habilidade em criar logotipos, mas ser mediano no desenvolvimento de sites, por exemplo.

Como começar?

A Internet pode ser uma grande aliada na sua trajetória empreendedora. Principalmente se você tiver pouco conhecimento ou dinheiro para investir. Existem inúmeros vídeos e blogs ensinando técnicas de aperfeiçoamento profissional para diferentes áreas, inclusive design.

Mesmo que sua iniciativa empresarial não se mostre bem sucedida em um primeiro momento, você poderá compartilhar suas experiências em um blog ou no Youtube e até fazer dinheiro com isso. Há relatos de designers que se aperfeiçoaram com tutoriais, passaram a desenvolver os próprios vídeos e fizeram dinheiro na criação de cursos preparatórios que evoluíram para instituições de ensino com franquias em todo o país.

No próximo artigo da seção Carreira vamos compartilhar mais dicas sobre empreendedorismo e design.

 

 

Croove
Siga!

Croove

Agência de Design em Croove Creative Move
O Croove é um espaço para a livre expressão da criatividade

Somos uma Agência de Design do Rio de Janeiro. Esse é um espaço onde estudantes e profissionais de áreas como artes, comunicação e design podem aprimorar sua criatividade e talento, buscando inspirações diárias em artigos, tutoriais e materiais para download. Um dos principais objetivos do Croove é criar um canal de comunicação com diferentes públicos.
Croove
Siga!