Cinco clichês que você deve evitar na criação de marcas


Cliches-Logotipos

Então você decidiu abrir uma empresa e, para economizar, pretende desenhar seu próprio logo?

Dizem que “de médico e louco todo mundo tem um pouco”. Além da automedicação e da loucura, o design também costuma ser exercido por muitos leigos, principalmente quando não se tem dinheiro para esse tipo de investimento.

Não há problemas em você criar seu próprio logo, afinal de contas existem muitas marcas famosas cujos logotipos não foram elaborados por profissionais. Mas se você não estudou ou não possui experiência é muito provável que você busque inspiração em clichês do design gráfico. Quando você contrata um designer ou agência, uma das grandes preocupações dos profissionais será justamente evitar os clichês na elaboração de um logo original, que comunique de forma condensada e criativa as principais características da sua empresa, produto ou serviço.

O site Designshack elaborou uma lista muito interessante com os maiores clichês nos projetos de criação de marca. Confira abaixo os cinco mais importantes que você deve evitar:

5. Arco no topo

Citi_China


A aplicação de um elemento em arco sobre o nome da marca é uma das ideais mais comuns na criação de marcas. Um dos projetos mais bem sucedidos foi elaborado para o banco Citi Bank. A popularidade da empresa fez com que a ideia virasse fonte de inspiração para muita gente. Por sugerir movimento e progresso, o arco acabou sendo uma solução quase que imediata na representação de marcas. Se você deseja usar um arco, tente criar um conceito realmente atraente e que se diferencie dos que já estamos acostumados.

4. Fonte Helvética
clichelogos-2
A Helvética foi criada em 1957 e se tornou uma fonte muito especial. Seu estilo geométrico e proporcional conquistou o respeito e admiração de muitos profissionais do design. Em 2014 escrevemos um artigo para falar sobre um designer chamado Felipe Nuno que havia criado uma série de imagens chamada Try Helvetica. A ideia foi modificar a fachada de lojas e bares populares usando a Helvética. Mesmo que seja perceptível uma mudança positiva na comunicação, o fato é que a Helvética pode criar um visual monótono e pouco criativo, algo que poderá prejudicar a relação da marca com o público.

3. O oposto da Helvética
comic-sans-logo

Se a Helvética se tornou um clichê, a escolha de fontes problemáticas também é muito comum, principalmente quando não há muita experiência no assunto. A fonte Comic Sans é uma das escolhas mais populares. Não é por acaso que ela se tornou a mais odiada pelos designers. Seu estilo manuscrito e infantil tem sido usado por empresas de diferentes segmentos, inclusive áreas que não possuem a informalidade e descontração que a fonte comunica. Neste link você poderá conferir um artigo que mostra o Comic Sans Project que

2. Pontos e círculos coloridos
Pontos Coloridos Abstratos
Se você decidiu criar um logo por conta própria, é provável que tenha pesquisado no Google e encontrado inúmeros sites que vendem templates para download. A aplicação de círculos coloridos sobre o nome da marca é uma das representações mais comuns justamente por se adaptar a vários tipos de empresa. Círculos coloridos sugerem “criatividade”, “interação” e “movimento” características que muitas marcas procuram comunicar ao seu público. Se o seu objetivo é ser original, evite círculos coloridos ou invente uma forma inusitada de apresentá-los.

1. Balões

Balões Logo

Pesquise a palavra “comunicação” nas imagens do Google e descubra uma infinidade de balões coloridos. Por esse motivo os balões são tão populares nos logos de empresas de tecnologia, em blogs de assuntos gerais, nas agências de comunicação, mídia, publicidade e etc. Não há problema como esse tipo de conceito, no entanto é importante ter em mente que ele não gera mais tanta atenção ou interesse no público.

Se você curtiu esse artigo não deixe de comentar abaixo e compartilhar em suas redes sociais. Quem sabe possamos diminuir a propagação dos clichês no design.

Croove
Siga!

Croove

Agência de Design em Croove Creative Move
O Croove é um espaço para a livre expressão da criatividade

Somos uma Agência de Design do Rio de Janeiro. Esse é um espaço onde estudantes e profissionais de áreas como artes, comunicação e design podem aprimorar sua criatividade e talento, buscando inspirações diárias em artigos, tutoriais e materiais para download. Um dos principais objetivos do Croove é criar um canal de comunicação com diferentes públicos.
Croove
Siga!