Cinco dicas fundamentais para escolher a fonte ideal para seu projeto?

No seu dia a dia você se depara com um grande número de fontes e estilos. Ao acessar a Internet, visualizar anúncios, ver televisão e observar outdoors você verá textos cuja fonte foi desenvolvida por um profissional do design.

O estilo de uma fonte pode despertar diferentes sentimentos no leitor e é muito importante que a fonte esteja em sintonia com o contexto em que ela for inserida. Uma fonte em estilo manuscrito certamente não será adequada para uma manchete de jornal. Da mesma maneira que um tipo escolar não será bem aceito em um documento oficial do governo.  

Se você trabalha com design ou gosta de se aventurar na área, certamente já se deparou com a difícil tarefa de escolher uma fonte para seu projeto. Em algum momento já se perguntou: qual a fonte perfeita para convites de casamento? qual a fonte criativa para chá de bebê? qual a fonte favorita em convites de formatura?

Para ajudar você a escolher a fonte ideal, apresentamos cinco dicas fundamentais adaptadas do livro Tipografia: uma apresentação de Lucy Niemeyer pela editora 2AB:

5 – Analise a anatomia do tipo

Os tipos são compostos por diferentes partes. As mais importantes são as hastes e as bases, além das ascendentes e descendentes, barrigas e ocos, barras, montantes, ganchos, ápices, braços, orelhas, ombros e caudas. É importante ressaltar que nem todas as fontes possuem as partes descritas acima. Além de definir a identidade da fonte, elas  também cumprem determinadas funções, como por exemplo as serifas que facilitam a leitura de grandes blocos de texto. Abaixo você poderá verificar algumas das características de um tipo:

4- Conheça as famílias tipográficas

Família tipográfica é um conjunto de caracteres que apresentam as mesmas características estruturais para as variações de peso, corpo e inclinação. A vantagem de escolher uma família tipográfica é que você poderá manter a coerência em um layout que exige diferentes pesos, ao invés de escolher fontes distintas e correr o risco de causar poluição visual.  Você conseguirá notar as variações nos caracteres observando algumas letras e números como o A, M, O, Q, R, W, a, d, e, g, m, o, p e y além dos números 1,4 e 7.

3- Observe as classes e subclasses dos tipos

Segundo a Vox/ATypl os tipos podem ser divididos em sete grandes classes: 1. Romanos: divididos em cinco subclasses chamadas humanistas, geraldos, tradicionais, didones e mecanizados. 2.Lineares: com quatro subclasses chamadas grotesco, geométricos, neogrotescos e humanísticos. 3. Incisos; 4. Manuais; 5. Manuscritos; 6. Góticos e 7. Não latinos. Em cada uma das classes o estilo dos caracteres possui características que podem valorizar seu projeto e comunicar o conteúdo de forma eficiente e legível.

2. Analise espacejamento e kerning

Além das características estruturais, as fontes também possuem variações na posição que ocupam em uma palavra, frase e texto. A distância e espaços entre os caracteres é chamado de espacejamento. Atualmente os programas de edição de texto ou computação gráfica permitem o ajuste de espacejamento, mas é sempre bom observar como ele foi definido no projeto da fonte.  O kerning é a parte da letra que se estende até o espaço de outro caractere. Observe a posição do A em relação ao T. O objetivo do kerning é permitir que o observador perceba uma uniformidade no texto.

1. Escolha tipos adequados ao Português

Em sites banco de fontes você encontrará fontes incríveis, mas muitas delas não estão adequadas ao nosso idioma. Uma das maiores dores de cabeça de um designer é começar um projeto com aquela fonte que parece perfeita e descobrir que ela não possui “Ç” ou determinados acentos.

Se você gostou das dicas que apresentamos nesse artigo, recomendamos que leia o livro de Lucy Niemeyer para ampliar seu conhecimento em tipografia e criar logos e composições de alto nível. Quem sabe você não se motiva em criar sua própria fonte?

 

Croove
Siga!

Croove

Agência de Design em Croove Creative Move
O Croove é um espaço para a livre expressão da criatividade

Somos uma Agência de Design do Rio de Janeiro. Esse é um espaço onde estudantes e profissionais de áreas como artes, comunicação e design podem aprimorar sua criatividade e talento, buscando inspirações diárias em artigos, tutoriais e materiais para download. Um dos principais objetivos do Croove é criar um canal de comunicação com diferentes públicos.
Croove
Siga!