Encontre o erro: entenda a polêmica envolvendo estes emojis


O pictograma é uma das representações gráficas mais antigas que se tem conhecimento. Antes mesmo da invenção da escrita, os nossos antepassados pré-históricos já utilizavam imagens simplificadas para se comunicar.

O tempo passou, e chegamos em um período em que podemos nos comunicar em tempo real com pessoas localizadas em outro continente. Para facilitar esse processo foram criados símbolos para agilizar e facilitar a informação. Ao invés de dizer o que está sentindo, as pessoas aprenderam a escolher ícones amigáveis para expressar seus sentimentos. Foi nesse contexto que surgiu o nome emoticon. Mas será no Japão que serão criados os conjuntos de pictogramas para uso em aplicativos de mensagem popularmente conhecidos como emoji. Eles se popularizaram a partir de 1999  graças a Shigetaka Kurita, que desenvolveu 172 emojis de 12×12 pixels.

Quase vinte anos depois uma polêmica envolvendo os emojis tomou conta da Web. No último sábado (28) o escritor Thomas Baekdal postou uma imagem com a comparação dos emojis de hambúrguer de Google e Apple. Como você poderá perceber abaixo, o hambúrger do Google foi criado com o queijo por baixo da carne. A polêmica fez com que o próprio Google prometesse colocar a correção do “erro” como prioridade. O site Emojipedia aproveitou o “debate” para lançar uma enquete, além de divulgar uma imagem comparando os diferentes emojis de hambúrger existentes.


Além do Hambúrger, o emoji da cerveja também foi alvo de críticas. Isso ocorreu, pois a representação do Google aparece com o copo pela metade, mas com espuma no topo.

Por mais que tudo tenha ocorrido em tom de brincadeira e ironia, há nesse caso uma questão pertinente: a forma de um elemento gráfico é mais importante que sua função? Algumas pessoas acreditam que um pictograma teve ser facilmente entendido. No caso do hambúrguer ou da cerveja, os usuários conseguiram transmitir a mensagem e sequer perceberam o “erro”. Outras pessoas acreditam que esse tipo de descuido pode sinalizar amadorismo ou despreparo de quem foi responsável pelo projeto. E você, qual a sua opinião?